Arquivo para sócio-torcedor

Avante, Guerreiros da Ilha!

Posted in sport, sport club do recife with tags , , , , , on dezembro 29, 2009 by Lule

Se os resultados da equipe de futebol não tornam o momento mais oportuno para elevar a quantidade de sócios, a necessidade de captar recursos para investir em contratações sustenta o apelo da diretoria do Sport.


Sílvio Guimarães negou especulações em torno da contratação de reforços e tentou manter foco na campanha. Foto: Helder Tavares/DP/D.A Press – 28/12/09

Ontem, o presidente leonino, Sílvio Guimarães, apresentou as diretrizes da campanha de sócio-torcedor e previu dobrar o quadro social do clube em dois meses. A nova modalidade de associados é intitulada “Guerreiros da Ilha” – após votação realizada por internautas – e quer chegar aos 15 mil rubro-negros com mensalidades quitadas, durante o Estadual, para aliviar os prejuízos da alta inadimplência, livrar-se de especulações – a exemplo de nomes ventilados nos bastidores, como os dos atacantes Schwenck (Figueirense), Vítor Simões (Botafogo) e Alessandro (Atlético-MG) – e atender aos clamores por concretização de reforços.

Guimarães listou as vantagens previstas para o sócio-torcedor ao estipular os preços para as partidas do Leão na Ilha do Retiro. “O associado paga 50% do valor do ingresso. Para os jogos intermediários, pretendemos cobrar R$ 20 e R$ 10. Para os clássicos, os preços aumentam para R$ 30 e R$ 15, mas o sócio pode pagar os mesmos R$ 10, caso compre o bilhete de forma antecipada”, explicou, antes de esmiuçar outras garantias. “O ‘Guerreiro da Ilha’ vai ter lugar reservado no estádio, descontos na loja do Sport e em outros estabelecimentos credenciados e direito de participar de sorteios. Os mil primeiros inscritos ainda recebem uma camisa alusiva à campanha”.

A mensalidade custa R$ 25 e o cadastro pode ser feito na sede do clube – ou via internet, a partir do próximo dia 20 de janeiro, quando o site deve ser inaugurado. A modalidade de associado se restringe ao futebol. Ou seja, diferente dos sócios Patrimonial (R$ 30 mensais + R$ 2 mil do título patrimonial) e Contribuinte (R$ 40), o sócio-torcedor não pode usufruir das dependências da sede do clube e não tem direito de votar ou concorrer a cargos eletivos.

O clube conta, atualmente, com pouco mais de sete mil sócios com situação regularizada, entre patrimoniais e contribuintes, dentro de um banco de dados com mais de cem mil pessoas registradas. Em relação aos proprietários de cadeiras e camarotes, o vice-presidente financeiro do Sport, Ney Castelo Branco, ressalta a vantagem de saírem da inadimplência até o final deste ano. “Como a mensalidade acompanha o valor do salário mínimo, e o mesmo aumenta de R$ 465 para R$ 510 no dia 1º de janeiro, é mais barato acelerar a quitação do débito”, afirmou.

…..

MATÉRIA PUBLICADA NO DIARIO DE PERNAMBUCO DE HOJE (29/12)

http://www.diariodepernambuco.com.br/2009/12/29/esportes5_0.asp

Anúncios